ACCRJ elege os 10 melhores filmes de 2019


Os membros da Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro realizaram no sábado, 07/12, a eleição dos 10 melhores filmes lançados no circuito comercial entre 1o de dezembro de 2018 e 28 de novembro de 2019. Antes da votação, os presentes reelegeram por unanimidade a presidente Ana Rodrigues. Também foram eleitos por unanimidade Ricardo Largman (vice-presidente), Mario Abbade (tesoureiro) e Ana Carolina Garcia (secretária).


O sul-coreano “Parasita” (Gisaengchung), de Bong Joon Ho (Coreia do Sul, 2019), foi eleito o melhor filme do ano.


Os outros nove títulos são:

Ad Astra: Rumo às Estrelas” (Ad Astra), de James Gray (Estados Unidos e China, 2019);

“A Favorita” (The Favourite), de Yorgos Lanthimos (Irlanda, Reino Unido e Estados Unidos, 2018);

“Assunto de Família” (Manbiki kazoku), de Hirokazu Koreeda (Japão, 2018);

“A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz (Brasil e Alemanha, 2019);

“Coringa” (Joker), de Todd Phillips (Estados Unidos e Canadá, 2019);

“Dor e Glória” (Dolor y gloria), de Pedro Almodóvar (Espanha e França, 2019);

“Era Uma Vez em... Hollywood” (Once Upon a Time... in Hollywood), de Quentin Tarantino (Estados Unidos, Reino Unido e China, 2019);

“Guerra Fria” (Zimna wojna), de Pawel Pawlikowski (Polônia, Reino Unido e França, 2018);

“O Irlandês” (The Irishman), de Martin Scorsese (EUA, 2019)


Os homenageados, postumamente, são: a atriz Ruth de Souza, a cineasta Agnès Varda e Carlos Brandão, ex-presidente da ACCRJ e delegado da FIPRESCI na América do Sul.


A “Melhor iniciativa cinematográfica de 2019” será concedida a Carlos Alberto Mattos pelo livro “Sete Faces de Eduardo Coutinho”, que rendeu exposição, mostra e curso.


Posts Recentes

© 1982 - 2021 Associação de Críticos de Cinema do Rio de Janeiro