tick, tick...BOOM!

Por Ana Rodrigues

Reverência ao teatro musical

Em “tick, tick...BOOM!”, o diretor estreante Lin-Manuel Miranda presta uma homenagem a Jonathan Larson, jovem dramaturgo e compositor do teatro musical da Broadway. O material para o filme é a obra autobiográfica de mesmo título criada por Larson para o palco. Na trama, o compositor teatral Jon (Andrew Garfield) quer conquistar a Broadway. Perto de completar 30 anos, ele sonha com o reconhecimento e cita os êxitos de Stephen Sondheim, que com menos de 30 anos compôs “West side story”, e os Beatles, que, ainda muito jovens, revolucionaram a música. O momento de pressão criativa de Jon coincide com a presença constante da morte, em meio à pandemia de aids, no fim dos anos 1980. Ele sofre por medo do fracasso profissional, pelo fato de a namorada não ter a sua atenção e porque um amigo trocou os palcos por um emprego seguro.

 

Lin-Manuel cria uma vibrante obra sobre quem persegue grandes sonhos e sobre as angústias e os prazeres do processo criativo. O diretor, formado no teatro musical, é o responsável por “Hamilton”, o maior sucesso da última década na Broadway. Com esse conhecimento, ele constrói uma narrativa eficiente ao transpor a peça para a linguagem cinematográfica. Para isso, a contribuição de Andrew Garfield, que estudou canto, foi valiosa. O ator comove o espectador com desempenhos musicais impressionantes, a começar por sua interpretação da canção “30/90”. A obstinação do artista é equilibrada pela doçura que Garfield imprime ao protagonista. Na mesma sintonia está a montagem de Myron Kerstein e Andrew Weisblum, em transições fluentes entre as canções nas cenas que saem dos palcos para as ruas de Nova York.

 

A reverência de Lin-Manuel a Larson se estende ao teatro musical como instituição fundamental para a cidade. Na canção “Sunday”, astros da Broadway, como os atores e cantores André De Shields, Joel Grey, Bernadette Peters e Chita Rivera, têm participações afetivas junto com integrantes de “Rent”, obra revolucionária de Jonathan Larson premiada com três Tonys e o Pulitzer.

tick, tick… BOOM! (tick, tick… BOOM!), de Lin-Manuel Miranda (EUA, 2021). Com Andrew Garfield, Alexandra Shipp, Robin de Jesus.

Biografia/Drama/Musical. Sinopse: Enquanto espera por sua grande chance, Jon escreve o musical “Superbia”, que espera seja um sucesso. Conforme se aproxima o seu aniversário, ele é tomado pela ansiedade e se questiona se seu sonho vale a pena. 115 min. 14 anos.

tick_tick_boom.jpg